Debêntures sem IR


Começaram a sair as debêntures com isenção de Imposto de Renda (benefício que o governo deu a infraestrutura): a Autoban, que administra rodovias em SP (do Grupo CCR) está em processo de emissão de quase 1 bi em debêntures. As reservas vão até início de outubro, com valores mínimos de investimento de R$ 3 mil e prazo de quase 5 anos. Resumindo, com os juros menores, equivale a praticamente 4% + IPCA com IR, para comparar, melhor do que o Tesouro Direto embora com maiores riscos (governo x empresa privada). Apesar da vantagem tributária, com os juros tão baixos como temos agora, a vantagem maior ficou para a empresa. É aquela coisa, não está bom, mas está difícil achar coisa melhor por agora.

E a Cemig parece está preparando uma nova emissão de longo prazo: 12 ou mais anos! Vamos aguardar para ver o prêmio (juros acima do governo). A última emissão (no início do ano) foi um sucesso e continua no mercado secundário, ou seja, está fácil vender antes do vencimento, porém eu sempre aconselho deixar até a data final, até porque está difícil achar oportunidade melhor por agora.

Com os juros baixos as empresas estão aproveitando para captar no mercado e no varejo mesmo. E em falando em isenção de IR tem as LCI (letras de crédito imobiliário), com a vantagem adicional de ter a proteção do FGC (Fundo Garantidor de Créditos) até R$ 70 mil, mas tem a desvantagem da liquidez (carência para sacar) e valores iniciais mais altos (exceto em bancos menores). O négócio é garimpar oportunidades, fazer contas e ver aonde melhor aplicar o seu dinheiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: